quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Ao Deus dará

Roms é a forma como a União Européia encontrou para denominar os povos ciganos. Como as etnias são muitas (vale ver Gadjo Dilo do cineasta gitano Tony Gatlif), esta foi uma forma prática e correta para designar essa cultura. Mas o que pega mesmo é a questão do cigano na contemporaneidade. Como eles não tem domicílio fixo, não possuem Carteira de Trabalho, alguns não possuem nem certidão de nascimento e muitos não sabem nem ler e escrever, eles são o exemplo do que há de mais a margem na União Européia. Aqui na Itália (estou a passeio pela "Bota") o que choca  é a forma como as autoridades lidam com os Roms. Na Alemanha pré-Segunda Guerra, o primeiro movimento dos nazistas em relacão aos judeus foi registrá-los um a um e tirar as impressões digitais. Pois é, aqui na Itália, o governo faz a mesma coisa com os Roms. E pior: os jornais, tvs, rádios e sites do grupo de Silvio Berlusconi começaram uma política em massa contra os Roms. Chegaram ao cúmlo de postar na capa de revistas e jornais do grupo fotos de uma criança cigana presa por roubo (ele não comia há dias) junto com a frase: "Criado para roubar". Indico para quem quiser mais informações sobre o assunto o site da revista Courrier Internacional

2 comentários:

.,. o que é que eu tenho a ver com isso?.,. disse...

ave maria cheia de graça...
que coisa maluca isso, cris!

como anda você, sua chiceteira duma figa!
quanta saudade....

beijoca grande!!!

Cristiana Brandão disse...

Gága, saudade d'ocê! Bjs também!